quinta-feira, 16 de abril de 2015

IMPRESSÃO - Trailer de Batman V Superman: Dawn of Justice




Eu assisti o trailer com legendas em português na Internet e logo quando terminei ele foi apagado, sendo assim, tive nem chance de colar pra cá, mas farei o possível pra passar a minha impressão. Primeiramente, sim... o raio do trailer existe.


O Batman e o Superman aparecem em cenas novas, há inclusive o Batman em cenários destruídos, mas nenhuma luta muito clara. Sinceramente, não me animou tanto o que é estranho. Mas vamos também considerar que foi em menos de 24h após ter saído o novo trailer do Star Wars VII, e eu não menti quando disse que realmente comecei a dar risada de felicidade quando vi o Han Solo e o Chewbacca, até começaram a me perguntar 'o que tinha acontecido?'. Talvez tenha sido uma simples questão da minha energia não ter recarregado no meio tempo.

Sem falar que o Érico Borgo, um dos principais jornalistas do site sobre entretenimento, Omelete, comentou sobre o filme novo dos Vingadores e disse que o Ultron está surpreendentemente piadista, chegando a defini-lo como...





"ULTRON DA ZUERA"





Ele usou essas exatas palavras.





Então vou tentar não pensar muito no Age of Ultron até o lançamento semana que vem. Pra nossa sorte tivemos os trailers das outras duas franquias mais aguardadas (falei que ia ser bom eu fazer aquele post das expectativas antes). No trailer não há qualquer vilão ou personagem secundário que estava causando curiosidade. Sem Lex Luthor, Brainiac nem de longe. Os pontos mais interessantes são as referências às HQs que pensei depois de ver. Primeiramente vou deixar o texto todo, depois interpreto:


"É realmente surpreendente que o homem mais poderoso do mundo seja uma figura de controvérsia?

Nós que somos a população desse mundo temos procurado por um salvador.

Estamos falando de um ser--

Alienígena.

...cuja própria existência--

Não estão nos falando a verdade!

...desafia o nosso próprio senso de prioridade--

Este é o nosso planeta!

...no universo.

Os seres humanos tem um histórico terrível de--

Tragédia!

...seguir pessoas com grande poder--

O poder corrompe, e o poder absoluto corrompe absolutamente.

Terror, caos.

Talvez ele só seja um cara tentando fazer a coisa certa.

Nós sabemos melhor agora, não sabemos?

Ele está fora de controle!

Os demônios não vêm do Inferno abaixo de nós.

Não, eles vêm do céu.

O mundo está tão empolgado com o que ele pode fazer... que ninguém se perguntou o que ele deveria fazer.

VÁ EMBORA! VÁ EMBORA! VÁ EMBORA!"

TITIO JOKER: Como eu deixei claro na imagem mais acima, todas essas falas claramente de programas de TV, como se os canais estivessem sendo mudados, não deixam de lembrar a HQ "Cavaleiro das Trevas" de Frank Miller, a qual o diretor Zack Snyder já havia afirmado ser uma grande fonte de inspiração pro filme.


Tô esperando essa cena............................

Mas então, há uma parte curiosa em que o Super parece estar em uma nação esquisita, há crianças com a cara pintada, acredito que se trate da África, como naquela HQ do Paul Dini com o Alex Ross em que ele tenta resolver os problemas comuns do mundo.


Depois há a voz de uma pessoa só. Eu apostei no Lex Luthor, mas não há qualquer certeza de que seja ele. É quando eles começam a mostrar o Batman, tanto com a armadura quanto como Bruce Wayne; ou seja, deve se referir à impressão que o Batman terá à existência do Super Homem.

"É assim que começa... a febre... a raiva... a sensação de impotência... que torna homens bons... cruéis."

TITIO JOKER: A impressão que isso me deu é que o Batman não estará tão intocável na questão de fazer escolhas erradas. Será interessante se eles mostrarem que ele também pode ser precipitado por estar lidando com um ser tão poderoso.


Depois uma voz mais grave, provavelmente do Batman.

"Diga-me, você sangra? Você vai..."

TITIO JOKER: Inicialmente achei exagerado, cheguei até a pensar que poderia ser um vilão falando, e não o Batman. Foi aí que me lembrei... FRANK MILLER! O inesquecível Batman da HQ "O Cavaleiro das Trevas" é muito mais impiedoso e frio do que o comum, fazendo esse tipo de ameaça constantemente. Mais uma semelhança que devemos ter com o grande clássico!


Também aparece aquela estátua do Superman pichado "deus falso" no peito e um templo antigo que deve ser referência à Mulher-Maravilha, que acabou não aparecendo pessoalmente. Bem, apesar da minha ansiedade pelo Vingadores ter sido abalada pelo "Ultron da Zuera" (ai... até dói o meu dedo pra escrever), continuo interessado pelo o que vai sair desse Dawn of Justice, e principalmente Star Wars VII, que já sai no final desse ano. Salve Nerds... esse é um dia que será recordado.

E a zuera com o Homem-Aranha não termina. Por que terminaria? Quem sabe o Ultron ensine umas pidas pra ele-- DROGA! Já to noiado!

Bill Ward se pronuncia novamente


Para quem havia se esquecido do Bill Ward, baterista original do Black Sabbath, ele soltou um comunicado oficial publicamente. Ninguém sabe o que vai ser da banda, já que enquanto a morte do vocalista Ozzy parece nem ser uma possibilidade, o guitarrista Tony Iommi tem tratado um câncer incurável. O baterista havia ficado de fora da reunião, aparentemente por problemas de saúde, mas falavam também de um contrato injusto. Tudo foi muito mal explicado e ele acabou ficando de fora da reunião sem uma explicação decente, apesar de Ozzy declarar aos fãs que ele já não lembrava mais como tocar, estando fora de forma. A mensagem trás a polêmica novamente.

"Não fiz nenhuma declaração pública sobre minha relação com o Black Sabbath desde fevereiro de 2012. Hoje estou colocando tudo a limpo nesta declaração formal. Não rompi minha relação com o Black Sabbath, entretanto, desde 2012, as falsas notícias sobre mim como pessoa e como músico fizeram com que eu me resguardasse e mantivesse distante emocional e espiritualmente de Ozzy. Sua retórica sobre tudo que aconteceu é o motivo da discórdia. A contínua informação indevida sobre mim fez com que houvesse de minha parte necessidade de rebater tais inverdades. E agora, com o iminente lançamento de um novo álbum solo, e a quantidade de rumores sobre novos projetos do Sabbath, senti ser necessário falar de forma clara e precisa.

Sempre há especulação sobre uma reunião da formação original do Sabbath para a próxima turnê ou álbum. Com o coração partido, tenho que dizer que não participarei de nenhuma empreitada musical a não ser que as injustiças contra mim sejam reparadas. Devo admitir, tenho pouca ou nenhuma expectativa que isto aconteça, mas para explicar melhor, espero por uma reparação honesta de todas as palavras que Ozzy falou sobre mim que não são verdadeiras. Gostaria que Ozzy revesse suas opiniões e exageros.

Gostaria que ele fizesse esta reparação o mais rápido possível. E como fui ofendido publicamente, gostaria que ele pessoalmente o fizesse, não mandasse um representante, como é de praxe. Não posso seguir adiante com ele sem que este dilema seja resolvido. Não creio que relações anteriores, mesmo que tenham sido fortes, possam jogar para baixo do tapete ofensas atuais, ou como se costuma fazer, 'oh, está tudo bem agora'. Não funciona assim pra mim. Consertar as palavras erradas, e é isto que quero para que possa voltar a ser amigo dele novamente.

Ainda assim permanece a questão do contrato 'assinável'. Vou querer um contrato justo antes de seguir adiante a um ponto que talvez permita que voltemos a tocar juntos novamente. Quero um contrato que possa assinar. Esta é minha condição. Não tenho ouvido nada a não ser insultos e falsas afirmações, e se como banda ou indivíduos eles continuarem como estão, então qualquer possibilidade de uma reunião da formação original do Sabbath continuará inviável.

Simplificando, depende deles. Sinto falta de tocar com eles e como pessoas, meu coração está partido por perder aquilo que fomos. E agora vocês sabem como me sinto.

Em breve minha banda, BWB vai lançar um novo álbum chamado "Accountable Beasts"(...) há outros projetos em diferentes estágios, e espero em breve ter notícias definitivas(...) Para vocês fãs do Sabbath, amo todos vocês. Vocês são pessoas especiais. Sinto uma profunda tristeza desde janeiro de 2012 por não ter acontecido uma reunião de fato. Permaneço fiel a vocês e honesto comigo mesmo. Se eu não mantivesse esta honestidade já teria perecido faz tempo".




Mas que coisa terrível! Aposto que o Ozzy não imaginava que ele ia ficar tão magoado, mas eles deviam ter conversado mais entre eles pra não chegar nesse ponto. Deve ser realmente muito delicado você sentir que não vai poder participar da reunião de uma banda que você ajudou a construir. Eles já tão velhinhos, isso é muito chato, que eu me lembre o Ozzy e o Bill se davam bem, seria uma pena gigantesca se eles ficassem com isso mal-resolvido a essa altura.

QUE A FORÇA ESTEJA COM VOCÊS!



Vou apenas dizer que me surpreende a capacidade de um novo trailer do Star Wars me fazer sorrir e até dar risada como um bobo, praticamente sem razão.






































Deixei essa imagem perfeita mais embaixo pra vocês não verem antes do trailer sem querer, hehe.

Data para o trailer de Batman V Superman


A data é 20 de abril. Você pode conferir um pequeno vídeo de divulgação que foi twittado lá no perfil do Zack Snyder: https://twitter.com/ZackSnyder/status/588528448827621376


Tá. Sai logo. Quanto a Mulher-Maravilha, após a saída da McLaren agora estão procurando a Patty Jenkins, que ia dirigir o Thor: Mundo Sombrio, mas depois foi substituída. Meu... eles realmente vão ficar se preocupando em selecionar uma mulher? Espero que dê certo...

quarta-feira, 15 de abril de 2015

20 SONS IMERSIVOS VOL. 3


Esse tem +6, hehe. Ficou legal, dessa vez com apoio do Roger, junto ao ANT, o próprio Ozy criador do projeto, Arth Silva do Sonhando à Deriva e o titio Joker aqui. Me inspirei um pouco no que os outros fizeram nos volumes anteriores, procurando colocar músicas como referências aos lugares em que eu as conheci e não só elas por elas mesmas. Dessa vez foram só 5 que eu selecionei. Você pode baixar o álbum clicando aqui.



1-Heaven's Divide, de Donna Burke


"Love can kill, love will die, give me wings to fly"

Outro auto-desafio meu foi procurar colocar mais músicas que não fossem apenas de hard rock e heavy metal, então coloquei essa que conheci quando foi usada no trailer de Metal Gear Solid: Peace Walker.

2-Dream On, do Aerosmith


"You went by like dusk to dawn. Isn't that the way everybody got it's dues in life to pay?"

O Aerosmith, uma das minhas bandas preferidas, havia ficado de fora todas as outras vezes, então quis colocá-los antes que fizessem isso antes de mim. Dream On já é logo minha música preferida deles.

3-U Can't Touch This, do Mc Hammer


"OW!"

Essa música é do McHammer, que nunca conseguiu emplacar outro hit como esse no resto da carreira. Eu a conheci com uma montagem do YouTube com cenas do Gato de Botas no Shrek 2... Eu costumava conhecer muitas coisas pelo YouTube... Mas a música também tocava bastante no "Um Maluco No Pedaço" onde Hammer interpretava o inesquecível Jazz. Mas a real é que eu coloquei essa música porque cheguei em casa outro dia e ela estava tocando na rádio, e a minha mãe havia deixado super-alto. Cara, eu comecei a ouvir tanto Metal a partir dos 16 anos que ficou meio impossível ouvir outra coisa. Meio que tudo soa mais leve ou lento do que realmente é, fica difícil, mas aiiiiiiiiiiiiinda assim Can't Touch This é insuperável! Tantos anos e eu ainda curto!

4-Love Bites, do Judas Priest


"In the dead of night, Love Bites! Love Bites!"

Essa é pra não faltar metal na lista, e os deuses do metal do Judas Priest ainda não tinham participado. Eu adoro essas composições que colocam o amor como uma coisa pertubadora. Tá cheeeeeeeio de composição assim no rock dos anos 80, o Desmond Child era mestre disso escrevendo pro Bon Jovi "You Give Love A Bad Name", pra Joan Jett "I Hate Myself For Loving You", a inesquecível "Poison" do Alice Cooper e muitas outras. Mas eu acho Love Bites mais incrível porque meu... eles falam do Amor como se fosse um MONSTRO mesmo! Na verdade quando ouvi pela primeira vez não tinha certeza se eles realmente tavam falando de algo como um monstro, mas ela é exagerada mesmo. Lembrando que o Judas tá vindo pro Brasil esse mês e deve contar com essa música na setlist.

5-Strangers Like Me, do Tarzan


"Every gesture, every move that she makes, makes me feel like never before. Why do I have this growing need to be beside her? All these emotions I never knew, some other world far beyond this place. Beyond the trees, above the clouds. I see before me a new horizon!"

Essa foi a primeira música que eu viciei na minha vida. Na verdade há muito pra falar sobre ela. Ela tocava no desenho do Tarzan, o primeiro filme que eu fui ver no cinema na minha vida. Meu pai foi me buscar no Jardim de Infância e nós fomos assistir. Quando minha família comprou um DVD eu aluguei o filme e nos extras havia os clipes das músicas e eu simplesmente ficava ouvindo "Strangers Like Me" o dia INTEIRO. Eu não sabia o que ele dizia, mas achava bonito do mesmo jeito e ficava tentando decifrar o que significava uma palavra ou outra.


Aí eu descobri que era o Phil Collins que tinha feito a trilha sonora do filme, um artista da época dos meus pais. Meu pai tinha um CD dele então eu colocava pra ficar ouvindo e... ele não gostava que eu ouvisse muito. Talvez uma criança ouvindo Phil Collins fosse ficar estranha, afinal, realmente não era comum. Mas pai... isso era inevitável, cara! Eu lembro desse desenho e é um dos mais lindos que eu já assisti. A prova disso é como se passaram tantos anos e ao invés de achá-lo infantil ou ultrapassado, tenho na verdade outra visão sobre ele, o enxergando de outras formas, afinal... foi praticamente o primeiro filme que eu assisti, então temos aí muito tempo e muitos filmes. Nada melhor pra provar que é uma obra muito bem feita.

Na real a Disney salvou o conto do Tarzan, porque o original era uma bela porcaria. Se tratava de tentar convencer que o homem branco era superior a todos os outros, sendo capaz de enfrentar um leão e essas outras coisas. Ou seja, era uma obra ligada ao preconceito, o que a Disney fez foi muito mais legal contando sobre um cara que entra em contato e descobre existirem similares da sua espécie, essa é provavelmente a ideia que será mais lembrada no futuro agora. C.S. Lewis já dizia que há algo errado com estórias infantis que só podem ser apreciadas por crianças. Espero que tenham curtido.

OBS.: Esse vídeo tem mais de 9 milhões de visualizações no YouTube.

terça-feira, 14 de abril de 2015

Sai diretorA de Mulher-Maravilha


Famosa por ter dirigido episódios de várias séries de TV de sucesso, como "Breaking Bad" e "Game of Thrones", Michelle McLaren havia sido escolhida para dirigir o primeiro filme solo da Mulher-Maravilha, com auxílio de Zack Snyder e Gal Gadot vivendo a protagonista. A explicação foi diferenças criativas, mas o Badass Digest meteu o louco afirmando que ela tinha uma visão beeeeeem diferente do que o estúdio queria: eles não teriam concordado nem com a época do filme e McLaren queria que houvesse um tigre como parceiro, pra Diana ficar conversando com ele.

Não dava pra deixar de mencionar o amigo do Shazam
Isso com certeza agradaria aos haters da DC que esculhambaram "O Homem de Aço" por ter sido foda. Fazer um filme novo sem ação e com elementos que combinariam com desenhos antigos do naipe "Ursinhos Carinhosos". Mas largando minhas briguinhas, essa diretora é excelente, porém... 



EU FALEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEI!!!!

Sabia que ia dar errado: Querer forçar uma diretora mulher só porque o filme é da Mulher-Maravilha. Meu, se for uma mulher; legal, mas forçar jamais vai dar certo só pra ficar "bonitinho". Tem que ser alguém que entenda! Deve ter alguém, mas as chances de ser uma mulher são meio pequenas... é só ver a polêmica que cancelou a capa especial da Batgirl a acusando de machismo. 


Isso só explicitou a falta de cultura que a maioria (veja bem, eu disse maioria) tem relacionada à área. Se não sabem o que é "A Piada Mortal", me desculpe o radicalismo, mas jamais vão saber adaptar a Amazona decentemente. Impossível, tem que ser uma mulher em milhares pra manjar de HQ ao ponto de saber adaptar, é melhor que procurem um entendido, independente se é homem ou mulher. Quero muuuuuuuuuito que esse filme saia foda, mas tem que pensar em fazer um filme bom da Mulher-Maravilha, independente se é um saco ou uma xoxota na cadeira de direção. Acho que eu gostaria se o Snyder dirigisse, mas ele já ficou de produtor. Lembrando que a estreia tá marcada pra 2017.

Lindemann...


O Rammstein parou de excursionar há alguns anos e o último álbum de inéditas foi "Liebe Ist Für Alle Da" de 2009. Tá todo mundo com saudades dos maníacos alemães, então achei interessante comentar o "Lindemann". Esse é o sobrenome do vocalista gigantesco da banda, causador de pesadelos e eternamente proibido de fazer mosh pit. O CEO da Warner previu "Lindemann" como o álbum que faria maior sucesso em 2015. Não é como se Till Lindemann não tivesse capacidade para isso. Desde sua pausa com a sua grande banda industrial, o gigante já lançou um livro do poesias, e agora tem "Skills in Pills", seu primeiro álbum fora da banda que fundou, que está marcado pra sair em maio desse ano.


O projeto "Lindemann" une o próprio com Peter Tägtgren, das bandas PAIN e Hypocrisy. Um detalhe curioso é como todas as músicas serão cantadas em inglês pelo vocalista poliglota. As letras devem continuar polêmicas e chocantes como sempre foram com as composições que ele fazia no Rammstein. Confira a tracklist:

01. Skills In Pills
02. Ladyboy
03. Fat
04. Fish On
05. Children Of The Sun
06. Home Sweet Home
07. Cowboy
08. Golden Shower
09. Yukon
10. Praise Abort

Para complementar a arte macabra, haverão versões do álbum acompanhado de um livreto de 27 páginas com 10 imagens pesadas referentes às letras.


O vocalista explicou sobre o tom chocante que o trabalho trará sem dúvidas:

"Nós realmente não queremos ser desagradáveis, provocativos ou insultantes. Esta é a primeira vez que os falantes de inglês poderão entender as minhas letras, o que é geralmente impossível no Rammstein. É muito sexual, mas isso é o que eu tenho feito no Rammstein por vinte anos, mas só que ninguém entende! Agora eles irão investigar as minhas letras em alemão, e depois pensar: 'O que diabos ele está fazendo?!'".

É verdade... ninguém entende nada, só quando vai procurar saber, hehe. Os dois pretendem fazer algumas apresentações ao vivo, mas... ÓTIMAS NOTÍCIAS! Till afirmou que vai tentar equilibrar isso com um retorno do Rammstein! De acordo com ele, a banda planeja se reunir no final do ano e iniciar a pré-produção de um novo álbum. Nas palavras dele é um gigante que está dormindo e agora deve ser acordado!


Quanto ao "Skills on Pills", será impossível não conferir. Eles já estão planejando uma sequência, e o guitarrista da banda Raubtier após ouvir algumas partes do álbum afirmou:

"os pequenos trechos que ouvi explodiram minha mente. (...)Isto ecoará na eternidade".

É... o negócio deve ser louco. Maio galerinha, maio! Eu havia escrito sobre nada nesse tempo todo porque não sabia, quem organizou todas essas informações foi a Karen Batista, eu conferi os textos dela no site whiplash.net

Kevin Feige fala sobre reboot do Homem-Aranha


O famoso presidente da Marvel Studius passou uma boa impressão quanto ao novo Homem-Aranha nos cinemas. Ele até comparou com o Batman do Nolan, então... deve tá bem confiante, hehe.

“Tem tantas coisas importantes ao personagem nos quadrinhos que ainda não foram exploradas. Isso é o que é mais animador. Batman foi do mesmo jeito, haviam quatro filmes do Batman nos últimos anos e então Batman Begins foi capaz de fazer algo único, mostrar um lado diferente que não havia sido visto anteriormente. É algo similar. É claro que o tom será completamente diferente do Batman.”
“Quando ele coloca a máscara nos quadrinhos, ele tem uma perspicácia que é tão perigosa para os vilões quanto suas teias e habilidades, e sentimos que não vimos isso nos filmes. Isso é apenas a ponta do iceberg.”

Ano que vem o novo Peter Parker já deve estar fazendo piadinhas em Capitão América: Guerra Civil, mas o "primeiro" filme solo dele tá marcado pra 28 de julho de 2017. Eu espero reeeeeeeealmente não ver a origem dele de novo, por favor, eu não aguento mais. Tomara que eles usem várias ideias legais mesmo, tenho andado tão desanimado com coisa do Homem-Aranha já há um bom tempo... E eles precisam reproduzir o Jameson quase tendo um infarto quando ele revela a identidade. Deve ser a melhor cena dos quadrinhos de todos os tempos! Aquilo precisa ser visto no cinema! Ha-ha!