segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Diretor de Superman Returns fala sobre The Man of Steel


Sem qualquer sinal de menosprezo ,Bryan Singer, que atualmente cuida de X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido, falou sobre o novo filme do Superman: Man of Steel. Ele dirigiu o mal-sucedido filme de 2006, Superman: Returns. 

“Estou admirado com a construção do mundo e o escopo do filme. Não sou crítico e é estranho um diretor falar de outro. Sei o quanto é difícil fazer um filme, especialmente um desse tipo e um do Superman, mas fiquei impressionado com muitas coisas. Algumas coisas eu teria feito um pouco diferente, por causa da maneira que vejo o personagem, mas não me interprete mal pensando que não gostei.”

Sobre Henry Cavill, o ator principal:

“Henry é ótimo. Eu o conheço e fomos amigos há alguns anos. Curiosamente, o motivo de não ter escalado ele era que eu estava fazendo uma continuação dos filmes de Christopher Reeve e queria alguém que encarnasse mais ele”

Quanto as críticas ao seu filme:

“Metade das críticas eu entendo, a outra metade jamais entenderei. Foi um filme feito para um certo tipo de público, talvez mais feminino. Não era o que realmente precisava ser, eu acho. Eu poderia pular os primeiros 25% do filme e começar de forma mais agressiva, começar a história com algum desastre ou coisa parecida. Teria atraído a atenção do público mais rápido. Não sei o que teria ajudado. Provavelmente, nada. Se tivesse outra chance, teria contado a origem. Teria feito um reboot

A continuação que não foi feita.

“Eu e um amigo meu conversamos sobre isso e exploramos essa possibilidade ao trocar ideias. Darkseid seria o vilão e teria uma destruição de alcance mundial. Acabou nunca acontecendo e fiz Operação Valquíria. Acho que o estúdio perdeu o interesse. Não posso dizer que foi culpa deles, nem que foi minha. Apenas fracassou.”

Um comentário:

  1. Children Of The Grave4 de fevereiro de 2014 07:24

    Você escreveu "filme de 2066", não seria 2006?

    ResponderExcluir