terça-feira, 18 de junho de 2013

Top 10 Músicas Polêmicas do Rammstein


Rammstein tem diversos motivos para ser uma banda famosa por peculiaridades. É um heavy metal alemão extremamente alternativo, quase todas as músicas são cantadas em alemão, os shows são lotados de pirotecnia, a atuação dos músicos no palco são sempre singulares, misturando o sinistro com o bem-humorado, e as letras não pensam duas vezes antes de serem altamente polêmicas. Com muita inteligência o Rammstein explora coisas diferentes em seus clipes e shows, indo desde temas bem espirituados até abuso sexual. É claro que isso não é muito bem visto, mas você quer saber a minha opinião sobre isso? Eu acho que se existem coisas más, elas não devem ser escondidas, devem ser encaradas. Não é deixar de falar de pedofilia, assassinato, drogas, satanismo,  canibalismo, que fará que essas coisas deixem de existir, e tocar nesses temas não apoia as pessoas a fazê-los. Se você assiste um faroeste você torce a favor do herói ou do bandido? O julgamento depende de você, por isso que por mais que choquem às vezes eu gosto dessa ousadia de artistas como os membros do Rammstein, contanto que sejam inteligentes. Aí vai a minha seleção de dez músicas polêmicas dos alemães mais malucos.

10-Te Quiero Puta

Eu disse que eles praticamente só cantam em alemão, PRATICAMENTE, hehe. Te Quiero Puta é toda em espanhol, simplesmente falando do título... Te Quiero Puta!

"Entre tus piernas voy a llorar
Feliz y triste voy a estar"

"Entre as suas pernas vou chorar
Feliz e triste estarei"


9-Heirate Mich

Till Linderman, vocalista da banda, escreveu essa música inspirado em seu pai. Ela se trata de um homem cuja mulher morreu e ele se sente extremamente sozinho agora. O problema é que nessa o sujeito vai tirar o corpo do túmulo para... "amá-lo". É... um bom presente de dia dos pais.

"Hah deined kalten
Mund geküsst
Ich nehm dich
zärtlich  in den Arm
Doch deine Haut
reisst wie paper
Und teile fallen von dir ab
Zum zweitenmal entkommst du mir"

"Eu beijei a sua boca fria
Eu te pego docemente pelo braço
Mas a sua pele rasga como papel
E partes caem de você
Você escapa de mim pela segunda vez"


8-Rammstein

Rammstein, o nome da banda, é o nome de uma cidade onde aconteceu um acidente aéreo em que morreram dezenas de pessoas. A música sem a mínima sensibilidade vai descrevendo as imagens que seriam vistas no acidente.

"Rammstein
Ein Flammenmber
Rammstein
Blut gerinnt auf dem asphalt"

"Rammstein
Um mar de chamas
Rammstein
Sangue está coagulando no asfalto"


7-Mann Gegen Mann

Com o Rammstein nem o céu e nem homossexualismo são o limite. A música Mann Gegen Mann fala justamente sobre homens gays. É uma letra que você não esperaria de banda alguma... e o pior, tem um clipe. É engraçado no início, mas cara, o negócio fica gay. Eu não assisti o clipe inteiro, aliás nem metade, se você for um cara hétero te encorajo sinceramente a não dar play. Mas a música é muito legal, por isso deixo embaixo um vídeo só de áudio, haha, é melhor... não seja curioso.

"Ich bin die Ecke aller Raüme
Ich bin der Schatten aller Baüme
In meiner Kette fehlt kein Glied
wenn die Lust von hinten zieht
Mein Geschlecht schimpft mich Verräter
Ich bin der Alptraum aller Väter"

"Eu sou o canto de todas as salas
Eu sou a sombra de todas as árvores
Nenhuma conexão está faltando na minha corrente
quando a luxúria empurra por trás
Minha família me chama de traidor
Eu sou o terror de todos os pais"





6-Amerika

Provavelmente o melhor clipe que eu já vi, extremamente auto-explicativo, mesmo que você não entenda a letra em alemão, que se refere aos Estados Unidos da América como um país que quer que todos dancem como ele, se não sabem dançar como ele é porque não sabem como é melhor, mas eles vão ensinar.

"We're all living in Amerika! Coca-Cola, sometimes war!"

"Nós todos vivemos na Amerika! Coca-Cola, às vezes guerra!"



Minha música preferida deles xD

5-Mein Teil


A banda deixa bem claro que essa música se refere definitivamente ao assassino canibal Armin Meiwes. Meiwes, um homem de 40 anos, combinou de se encontrar com(O NEGÓCIO FICA PESADO AGORA, se quiser, pule para o próximo colocado, ou pule esse post mesmo) Bernd Jürgen Armando Brandes, para que cortasse o pênis de Brandes fora, depois o pênis foi cozinhado e devorado! Ah é, os dois devoraram juntos. Depois Meiwes matou Brandes. Apesar da "vítima" ter dado autorização a isso tudo, Meiwes foi preso... ugh, calafrios... Apesar de ter causado controvérsias, a música foi um sucesso e foi até indicada a melhor performance de heavy metal no Grammy. Isso porque ao vivo Till se veste de cozinheiro, usa uma mistura de facão com microfone para cantar, e coloca o tecladista Flakes num caldeirão enorme, depois atirando no caldeirão com um lança-chamas. O clipe é claro não poderia deixar de ser perturbador:



"Helite treff' ich einein Herrn
Der hat mich zum Fressen gern"

"Hoje eu vou encontrar com um moço
Ele gosta tanto de mim que poderia me comer"

4-Buck Dich

Bem amigos, Buck Dich significa "abaixa"... e sim, é no sentido sexual. Além da escrotice que se trata a letra, a polêmica vem pela atuação no palco. Para interpretar a letra, Till, o vocalista, e seu eterno parceiro, Flakes, dos teclados, insinuam... muito bem. Till finge estar metendo na bunda de Flakes com um pênis aparentemente de mentira (já que NÃO PARA de sair goza daquilo). Essa brincadeira que deve deixar os pais deles orgulhosíssimos, já chegou a render um dia na cadeia para os dois, HAHAHAHAHAHAHAHA.

"Wende dein Antlitz ab von mir
Dein Gesicht ist mir egal
Buck dich!"

"Vire a sua cara para longe de mim
Eu não me importo com o seu rosto
Abaixe!"




3-Moskau

Parece que alguma banda não gosta muito de Moscou.
A música fala sobre Moscou, e realmente não fala bem. A letra já começa com "Essa cidade é uma prostituta". Duplo sentido? Entrelinhas? Olhar abstrato? O que é isso?! Rammstein compara a cidade com uma prostituta, explicitamente, e com isso faz uma de suas melhores músicas. Os back-vocals femininos que parecem animadoras de torcida e roubam a cena na música cantam em russo, para tornar tudo ainda mais legal.

"Sie zieth sich aus doch nur für Geld
Die Stadt die mich in Atem hält
Moskau! Raz, dva tri!
Moskau! Posmotri!
Piionery tam idut pyesni Leninu poyut"

"Ela tira as roupas, mas apenas por dinheiro
A cidade que me mantém em suspense!
Moscou! Um, dois três!
Moscou! Olhe ali!
Pioneiros estão andando por aí, cantando músicas para Lenin"

Agora você pode cantar o refrão da música! Hehe (eu acho cantar em russo mais fácil do que alemão... não que algum deixe de ser difícil).



2-Pussy

"You got a pussy! I have a dicka! So what's the problem?! Let's do it quick!"

A música Pussy fala sobre sexo. Apenas isso... explicitamente. A letra seria curiosa, mas o que realmente destaca é o clipe. Os membros da banda simplesmente gravaram um clipe pornográfico, que para as pessoas assistirem tinham que fazer contas em sites pornográficos, já que os caras realmente fazem sexo com atrizes pornôs no clipe. A versão abaixo é censurada, se quiser ver a original pesquise você mesmo, haha, não quero que o meu blog seja censurado para maiores de 18 anos.

"Just a little bit...
Be my little bitch!
You got a pussy!
I have a dicka!
So what's the problem?!
Let's do it quick!
So take me now before it's too late, life is too short, so I can't wait
Take me now, oh don't you see? I can't get laid in Germany!"

"Só um pouquinho...
Seja a minha vadiazinha!
Você tem uma buceta!
Eu tenho um pinto!
Então qual é o problema?
Vamos logo!
Então me leve agora antes que seja tarde demais, a vida é muito curta, eu não posso esperar
Me leve agora, você não vê? Eu não posso transar na Alemanha!"

Na boa, a letra é super bem-humorada, haha, essa é ótima, genial.



1-Ich Tu Dir Weh


"Eu te machuco". É uma das melhores músicas deles, lançada em 2009, e fala sobre sexo sado-masoquista. A música demorou um pouco para ser liberada pelos órgãos de censura alemães, mas mesmo assim, ao começar a turnê do álbum a banda foi proibida de tocá-la ao vivo, tendo que mudar a letra, depois ela foi liberada, mas durante a turnê houve muito vai e volta desta música, às vezes sendo trocada por Mein Teil. Agora (em 2013) está sendo a canção de abertura dos shows. Nas primeiras vezes que foi tocada ao vivo, Till lutava contra Flakes (são mesmo os Looney Tunes do Heavy Metal...), e no fim o colocava em uma banheira, daí, elevado por uma plataforma, Till jogava faíscas (tipo... muitas) na banheira onde estava amedrontado o pobre Flakes. O clipe é extremamente obscuro, e cheio de efeitos. Para fazer a sua boca brilhar é colocado fios de luz led na boca do vocalista, fios esses que entram pelas suas bochechas, fazendo o efeito que também é usado nos shows. A banda diz que sendo um som sobre dor, o vocalista é extremamente dedicado e quer se entregar a isso para interpretá-la no clipe.



Menção honrosa

Keine Lust

A música fala sobre pessoas sem motivação para viver, infectadas com preguiça até o talo. Para representá-las no clipe, a banda toda se customiza como pessoas com obesidade mórbida, com exceção do nosso querido tecladista Flakes, que fica numa cadeira de rodas (dessa vez ele se deu bem). Acho isso bem polêmico porque bem... pessoas assim existem, você pode ser assim talvez, mas pelo visto eles não se importam de pagarem de Professor Aloprado, e a maquiagem é incrível!

11 comentários:

  1. Conhecia só algumas poucas músicas deles, desconhecia toda essa viadagem / incesto /satanismo? level 9000, conhecia só o We arw living in America e uma que toca no começo do Ninfomaníaca Parte 01.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é Fuhre Mich. A única coisa que eu gostei nesse filme foi ela e Born To Be Wild. Pelo menos a do Rammstein tocou 2x...

      Excluir
    2. Assistiu a Parte 2? Acho que foram os melhores filmes que eu vi esse ano no cinema.

      Excluir
    3. Nah cara, nem vi a Parte 2, não era pra mim.

      Excluir
  2. Curto essa banda gosto muito da música sonne

    ResponderExcluir
  3. Curto essa banda gosto muito da música sonne

    ResponderExcluir
  4. Cantar a realidade como o Rammstein canta não tem nada a ver com "encarar" as coisas ruins. Eles cantam como que se fossem os autores da vida que expõem em cada letra. É impossível separar a mensagem da música da vida ... a música reflete o que o artista é em sua vida. Portanto, essa banda é uma péssima influência e ingere o mal para cantar o mal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que eles interpretam personagens de acordo com o tema da música.Se o que você disse fizesse sentido, o que seria dos atores que interpretam personagens como assassinos,doentes mentais etc em filmes?Seria todos piradões?E o que diferencia os seres humanos de animais irracionais são duas coisas chamadas moral e ética,ou seja tem certas coisas que mesmo que tenhamos curiosidade ou vontade de fazer não fazemos pq sabemos que é "errado".Quem não consegue agir de "forma correta" é porque tem problemas e não vai ficar pior ou melhor por ouvir músicas sobre coisas que acontecem,independentemente de nós gostarmos,aceitarmos ou não.

      Excluir
  5. Não vou mais escutar essa banda Já que as letras deles são muito polêmica se fala de Homossexualismo e coisas horríveis Não isso não é para mim e nem para aqueles que acreditam em Deus o que acham que servem a Deus não pelo fato de ser rock mas se pelo que a leitura traz isso não faz bem a ninguém

    ResponderExcluir
  6. cara pra quem curti instrumentos musicais, sons e melodias, o rammistein faz obra prima em acordes suaves da pentatonica e uma guitarra que chega a niveis inigualaveis... orquestra do mal!!!

    ResponderExcluir
  7. Eu gosto muito desta banda. As linhas de guitarra são fortes, porém melodiosas, assim como o vocal. O teclado suaviza ainda mais os instrumentais, deixando as músicas palatáveis para o mercado mesmo sendo um heavy metal (estilo musical pouco comercial) cantado em alemão. A abordagem sexual de suas letras não tem intenção sexy/sensual, como costumeiramente tem na música pop atual ou no hard rock oitentista que abordam sexo, pois a intenção deles não é deixar o ouvinte com desejo e sim com repulsa e raiva, dada a falta de pudor como abordam temas delicados e repulsivos para o conservadorismo como o homossexualismo e parafilias.
    Ótimo artigo.

    ResponderExcluir